RSS

Eletrovaginograma


Há certos experimentos científicos que é melhor deixar para os cientistas explicarem com suas próprias palavras, no caso, quatro pesquisadores da Universidade do Cairo, no Egito. 

Aqui vai o objetivo do eletrovaginograma: 

“Investigamos a hipótese de que a vagina gera ondas elétricas que afetam sua contração durante a pressão exercida pelo pênis”. 

A conclusão é, sim, pode-se medir
O resumo do trabalho, em inglês, está Aqui




  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Receita de Babaganuj


Ingredientes 

4 berinjelas grandes
meia xícara de Tahine
2 dentes de alho socados com sal
Limão, água gelada, azeite.

Modo de Preparo 

Assar as berinjelas com casca na grelha.
Amassar (se desejar, retirar as casca e só usar a polpa) com garfo.
À parte, misturar bem: Tahine, água gelada, suco de limão, alho e sal.
Juntar à polpa da berinjela e misturar bem.
Cobrir com uma camada de azeite e servir.


  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Escritórios de Autenticação do Ministério das Relações Exteriores


- Mohandessin (5 Ahmed Orabi Street);
- Abbassia (Ahmed Said Street); 
- Sabak Street, próximo ao Maryland Gardens em Heliopolis.

Horário de atendimento: de sábado à quinta-feira, das 9h às 13h. 

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Endereço do Ministério da Justiça


Lazoughly Square, Abdeen

– Escritório de casamento de estrangeiros – 4º andar 
– Sala de tradução – acho que é o último (é só perguntar)

Horário de atendimento: de sábado à quarta-feira, das 9h às 13h, e de 15h às 17h. Quinta-feira: das 9h às 13h.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Tipos de Véus Islâmicos


  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Orkontro: Ana, Taciana & Marta



  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Poligamia Para Mulheres!

Intitulado “Eu e meus quatro maridos”, o artigo foi publicado há cerca de um mês no diário independente egípcio Al-Masry al-Youm.

As críticas sobre o conteúdo do texto vêm aumentando, especialmente no Egito, onde várias autoridades islâmicas e políticos atacaram verbalmente Nadine, acusando seu trabalho de sexualmente provocativo e inflamatório.

“Deixe-me escolher quatro, cinco ou mesmo nove homens, do jeito que a minha imaginação mais selvagem deve escolher. Eu os escolherei em diferentes formas e tamanhos, um deles será escuro e o outro será loiro... eles serão escolhidos de diferentes culturas, religiões, raças e nações”, escreveu a jornalista já no primeiro parágrafo do artigo.

De acordo com a lei islâmica, homens muçulmanos têm o direito de ter até quatro esposas, desde que tratem todas com igualdade de condições.

E alegando o “espírito de igualdade entre os seguidores da fé”, Nadine propôs que as mulheres também tivessem acesso à poligamia.

“Há muito tempo que tenho questionado o porquê de os homens terem o monopólio neste direito. Ninguém até agora foi capaz de me explicar convincentemente o porquê de eu ser privada da poligamia”, reclama ela em seu artigo.

No artigo, ela também questiona justificativas tradicionais para a poligamia, incluindo aquelas de que serviria de amparo às viúvas, divorciadas e mulheres que não conseguem achar um marido, de que homens têm maior apetite sexual, que mulheres não conseguem lidar com mais de um homem e que determinar a paternidade em mullheres com múltiplos maridos seria impossível (uma justificativa obsoleta por causa da ciência moderna).

Nadine termina seu artigo pedindo que ou a sociedade permita a poligamia para as mulheres ou que defina um novo “mapa matrimonial”.

A jornalista, que mora em Dubai, também é apresentadora de um programa no canal Al Hurra, emissora de TV em árabe baseada nos Estados Unidos. Seu programa semanal, Mosawat, gira em torno de temas ligados aos direitos das mulheres no mundo árabe.

Como já era esperado, vários grupos reagiram com furor às afirmações e ousadia da jornalista saudita em seu artigo.

Um importante clérigo egípcio, o xeque Mohamed Gama’i, falou com a BBC Brasil por telefone sobre o caso.

“Nenhuma mulher tem o direito de atacar nossas tradições. Alguém deve pará-la e impedir que continue ofendendo o Islã desta maneira”, disse o religioso.

Para ele, normas religiosas são mais antigas e inquestionáveis do que “o apetite sexual e a mente fértil e fantasiosa” de uma jornalista rebelde.

O artigo de Nadine também irritou alguns círculos políticos mais conservadores do Egito. O deputado Khalid Fouad Hafez entrou com uma ação contra a jornalista Al-Bedair e o editor-chefe do jornal, Magdi al-Galad, acusando-os de promover o vício.

Falando à mídia árabe, Hafez disse que o artigo era uma blasfêmia e estimulava atos imorais que violavam o código penal egípcio.

Segundo ele, independentemente da nacionalidade da jornalista e do país de residência, a Justiça tem que tomar uma ação contra um crime cometido no Egito.


Desde o início da polêmica, a jornalista saudita evita comentar sobre o caso. Mas outros jornalistas e sociólogos saíram em defesa de Nadine.

A jornalista jordaniana Salwa al-Lubani escreveu um artigo em que defendeu o direito da colega em discutir qualquer tópico, argumentando que a sociedade tem o mesmo direito de discutir os pontos que são enfatizados.

“Processar Nadine ou qualquer outro jornalista é inapropriado, e uma ação destas em pleno século 21 reflete o aumento do fanatismo no mundo islâmico. Nos anos 60 e 70 do século passado, os escritores tinham mais liberdade de expressão do que hoje”, defendeu Salwa em seu artigo.

O caso de Nadine também acendeu discussões em fóruns de mídia pelo mundo árabe, com mulheres se colocando a favor da jornalista e pedindo o fim da poligamia masculina, e outros atacando Nadine por sua “ousadia e blasfêmia”.

A socióloga libanesa Sofie Saadeh disse que o artigo da jornalista é apenas mais um de muitos tabus e crises que a sociedade islâmica vem enfrentando nos tempos de hoje.

“Nós estamos vivenciando uma crise no mundo árabe e islâmico porque a região quer se modernizar e há uma nova geração que questiona diversos aspectos tradicionais ligados ao passado”, disse ela à BBC Brasil.

Segundo Saadeh, os choques são inevitáveis, e a oportunidade de discutir novas ideias não pode ser perdida por causa de normas antiquadas.

Outro clérigo egípcio, Sheikh Amr Zaki, questionou o conceito de poligamia, alegando que a poligamia simplesmente não se aplica mais à sociedade de hoje e que a prática deveria ser abolida.

“Minha visão corresponde à maioria dos círculos religiosos. Mesmo que o Islã permite a poligamia, na prática não é tão usada”, salientou ele.

O governo da Árabia Saudita, terra natal de Nadine, não se pronunciou oficialmente sobre o caso. O país é o mais conservador do mundo árabe, e mulheres têm diversos direitos civis limitados, sofrendo diversas restrições.

Cidadãos sauditas podem sofrer prisões e condenações severas por ações ou comentários considerados ofensivos ao Islã.
(fonte: Estadão)

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Em Homenagem a Copa

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Encontradas ruínas do palácio de Cleópatra

Imergindo nas águas de Alexandria, mergulhadores exploraram ruínas submersas do palácio e de um templo que foram propriedade de Cleópatra.  



Os resquícios submergiram devido a terremotos e tsunamis a mais de 1.600 anos atrás.

A equipe, formada por profissionais de diversos países, está esmeradamente escavando uma das regiões arqueológicas inundadas mais ricas do planeta e recuperando artefatos da última dinastia que governou o Egito antes de o império romano incorporá-lo em 30 A.C..

Usando tecnologias avançadas, os mergulhadores buscam as dependências reais de Alexandria, escondidas embaixo dos sedimentos da enseada, confirmando a precisão das descrições da cidade deixadas pelos geógrafos gregos e historiadores há mais de dois mil anos.

Desde o início da década de 1990, as investigações topográficas permitiram que a equipe, liderada pelo arqueólogo subaquático francês Franck Goddio, escavassem o solo oceânico.

“Este é um terreno único no mundo”, disse Goddio, que há duas décadas procura naufrágios e cidades perdidas no fundo do mar.

Os artefatos descobertos na costa egípcia serão expostos no Franklin Institute, na Filadélfia, nos Estados Unidos, entre os dias cinco de junho e dois de janeiro, em uma apresentação titulada “Cleópatra: a busca pela última rainha do Egito”.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Loja de Tapetes by Taci

El guiheny

40 el sewesry buildings, 10th zone, nasr city
tel 2262 6538

Fica depois da mesquita el salam

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Vila Faraônica


Para mais informações sobre a Vila Faraônica Clique aqui 

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Cuidado com os ATMs - by Cris

Fiquei sabendo este fim de semana, depois de acontecer conosco, que e uma coisa muito comum que esta acontecendo por aqui, entao tomem cuidado.

Semana passada meu marido tentou sacar $ numas dessas maquinas tipo ATM (nao era a do banco dele mesmo, era de um outro banco mas que atendia VISA), e a maquina nao completou a operacao e nao liberou o $. 

Depois ele foi em outra maquina (estavamos num grande supermercado, onde havia varias maquinas, menos a do banco dele...rs) e conseguiu sacar o $. 

Dois dias depois ele viu casualmente o extrato dele e foi debitado duas vezes, consta no extrato o primeiro debito que ele fez, mas a maquina nao completou e nao soltou o $. 

Ele reclamou no banco, eles abriram uma verificacao com o banco dono da maquina e pedem ate 45 dias para devolverem o dinheiro, depois que eles confirmarem que foi um erro do sistema...disseram que isso e muito comum acontecer, e depois meu marido falou com o irmao dele, que trabalha em outro banco e ele confirmou que isso ta acontecendo muito com essas maquinas aqui no Egito. 

Portanto, por precaucao, evitem saques de dinheiro nessas maquinas, acho melhor ou fazerem compras usando cartao de credito ou trazerem dolares e trocarem aqui nas casas de cambio e usarem dinheiro vivo. 

Sacar dinheiro aqui, alem de ter que pagar a taxa, pode acontecer problemas como esse que ocorreu conosco, e ai, fica mais dificil ainda resolverem quando estiverem de volta ao Brasil, ne?

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Caixa Eletrônico - by Cris


Nao tem Banco do Brasil, so tem HSBC e Citibank, sendo que tem um detalhe, se voce tem uma conta no HSBC no Brasil, voce so pode sacar $ aqui, nao pode depositar $ na sua conta do HSBC se ela e do Brasil...

Assim como se voce tem uma conta em qualquer banco daqui e estiver no Brasil (seu marido, por ex, ele podera sacar la, em qualquer maquina ATM, mas nao podera depositar $ na conta dele daqui)

Outro detalhe, de fato nao precisamos fechar nossa conta no Brasil, nos podemos sacar dinheiro pelas maquinas ATM que atendem VISA ou MASTERCARD. 

Sendo que cada vez que a gente saca $ vivo, de nossa conta corrente, a gente paga 2% de IOF (isso e imposto para governo) e a taxa depende de cada banco, no meu caso, o Bradesco, e cerca de 5 reais cada movimentacao, independente do valor, mas tem um limite diario. 

No meu caso, eu so consigo sacar por dia, nessas maquinas ATM, da miha conta do Bradesco (eu nao fechei) cerca de 1700 libras, nao sei porque. 

E eu so consigo sacar nas maquinas do banco NGSB, que e um banco egipcio, ja tentei em outras maquinas e nao consegui, nao sei porque tambem...

Acho vantagem quando preciso, comprar no cartao de credito, pois ai so pagamos os 2% de IOF e pagamos, na conversao, o preco do dolar comercial, enquanto que quando a gente vem com dolar de la para gastar aqui, a gente tem que comprar dolar no cambio paralelo...

Nao digo que nao se deve de jeito nenhum usar as maquinas ATM, eu mesma ja usei e nao tive problema, mas se der para evitar e melhor...

... como disse, acho que um cartao de credito internacional tem bastante serventia.

Se voce vier morar aqui e quiser sacar, aconselho a sacar em uma maquina do banco que seu marido tenha conta e numa maquina de agencia, pois se tiver problemas fica menos dificil de resolver....


  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Hussien El Jasmi - 6 El Sob7

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Compras - by Taciana


Com relacao aos juros, sao altissimos, pouquissima gente compra com parcelas, e tudo no cash rs.

E mais, qdo eles parcelam, num mes vc paga um valor, no outro, outro valor e se vc reclama eles dizem q essa a taxa (detalhe, os juros "oficiais" vc nao tem a informacao correta, dai eles deitam e rolam mesmo.

Loja de moveis, como a Cris disse, tem varias, eu comprei alguns moveis aqui do ap, na Abasseya Square, numa loja boa e preco bom, pela qualidade do q comprei eu achei bom preco, Tem a Tawhid El Nour, os moveis la nao sao muito bons e o preco quase o mesmo desse onde eu comprei.

Tudo depende de muita andanca, ou vc contratar um marceneiro (haja paciencia), eles enrolam demais, fazem um servico "porco", querem te cobrar mais do combinado e haja briga rs

A gente aqui optou por fazer a cozinha com marceneiro, pior merda q fizemos, pagamos muito caro e nao ficou 100%, fora o q ele quebrou dos azuleijos, manchou o piso com cola, uma aue...

Outros moveis a gente comprou em loja de antiguidade hehehehe, achamos uma q estava pra fechar e valeu a pena, preco otimo mesmo.

Com relacao a roupas, tem lugar q vende caro e e uma porcaria, mesmo o algodao egipcio sendo o melhor do mundo, o q fica aqui no pais e o lixo rs

Sapatos, eu nao gosto dos modelos daqui, eu acho feio e de ma qualidade, minha opiniao. Tem locais mais caros, como a Abassa el Aqade,onde e tudo carissimo e AL Attaba, tudo barato, uma 25 de marco rs. 

Tem outras lojas de roupas em Down Town, sao precos medios, mas nunca comprei, aqui eu optei por usar abaya e hijab, dai eu compro na Attaba, q e barato e bom rs

Tudo aqui e meio complicado mesmo, e a gente tem q abdicar, na minha opiniao, de quase tudo pra poder viver bem, como a Cris colocou maravilhosamente bem, temos q reaprender tudinho...

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Fusão do Novo e do Velho


  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Loja Brasileira??


Perto do ape dos meus sogros tem essa loja com um sobrenome brasileiro Bertin.
Infelizmente sempre que passavamos na frente da loja era madrugada e a mesma estava fechada... ou talvez esteja permanentemente fechada, não sei...

Mas que fiquei encucada, fiquei...


  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Templo De Kom Ombo

Dedicado ao deus-crocodilo Sobek e também ao deus-falcão Haroeris, o templo Kom Ombo é o único consagrado simultaneamente a duas divindades encontrado em todo o território egípcio. Este fato criou uma singular arquitetura onde há uma simetria perfeita: um lado para Sobek, o outro a Haroeris.

Há muitas hipóteses para que isso houvesse ocorrido,mas segundo uma antiga lenda, um dia navegando pelo Nilo, a barca o deus Amon foi atacada, e Amon haveria sido salvo pelo crocodilo Sobek. No local onde se deu uma situação tão auspiciosa foi levantado um templo em homenagem a Sobek.

Sobek, entretanto, era um deus guerreiro e não muito popular entre os egípcios. Afim de garantir homenagens e oferendas, seus sacerdotes concordaram em dividir o templo com o deus Haroeris, muito querido naquelas terras. Assim, sempre que se oferecessem oferendas a Haroeris, Sobek seria honrado com metade.

O Templo de Kom Ombo foi construído na dinastia Ptolomaica, alguns séculos antes de Cristo, sobre remanescentes de um templo muito mais antigo. Até mesmo durante o domínio romano seguiu em atividade: alguns relevos no templo testemunham imperadores romanos como Tiberio vestindo a coroa do alto e baixo Egito.



  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Restaurante Brasileiro no Cairo



  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Inglesa alega ser reencarnação da Rainha Nefertiti

A transformação começou há mais de 20 anos atrás, depois que Nileen Namita passou a acreditar que em uma vida passada havia sido a rainha Nefertiti. 

Durante esse tempo a mãe de três filhos gastou £ 200.000 (cerca de R$ 600 mil ) em cirurgias plásticas em seu rosto, a fim de deixá-lo indêntico a uma escultura da rainha dos antigos egípcios.

As 51 operações de cirurgia estética incluiram oito trabalhos no nariz, três implantes no queixo, uma elevação das sobrancelha, três restaurações faciais, seis mini restaurações, duas cirurgias nos lábios, cinco cirurgias nos olhos e 20 pequenos ajustes - para recriar em si própria a imagem da "beleza do Nilo".

Nileen, uma artista de 49 anos de idade, diz que sua busca pela perfeição ainda não acabou e planeja uma nova cirurgia. Ela descreve seu rosto como um "trabalho em progresso".

"Durante toda minha infância e adolescência eu tinha sonhos constantes com essa antiga rainha. Eram visões de intensidade incrível - eu podia ver onde ela morava, seus servos, seus quartos, até a comida que ela comeu - e embora a princípio eu achasse os sonhos assustadores, comecei a pesquisar o que significavam'', conta Namita.

''Aos 23 anos fui submetida a uma psicanálise de regressão e lentamente comecei a perceber que eu estava tendo esses sonhos, porque eu sou uma reencarnação de Nefertiti'', diz.



  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Orkontro: Nadir no Egito


E graças a Wally, eu poderei compartilhar com vocês algumas fotos que tenho aqui...

É que tenho algumas fotos de encontros com membros daqui da comunidade, mas na grande maioria delas, lá está o falecido, e eu não quero expor a criatura, entendem?!

Besteira né?! Também acho! Mas enfim, como eu não queria que ele me expusesse em comunidades por aí, acho que ele também não iria gostar da ideia de ser exposto... Bom, o fato é que Wally me ensinou uns truques aqui e eu conseguí esconder o falecido, então, vamos às fotos?!

Começo com um encontro entre o falecido, eu, Melyssa, Magdy, Shirley e Emad. 

Aqui estávamos em um Café as margens do Rio Nilo.


Olha essa como ficou bonitinha! Aqui estávamos na Fortaleza de Qaitbey (Alexadria): o falecido, eu, Marina, Mustafa, Shirley e Emad.


  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Ammit - O Devorador de Almas


Na Mitologia Egípcia, Ammit é a personificação da retribuição divina para todos os males realizados em vida. Não é apenas um deus. É a punição para aqueles que não foram aceitos em Amenti. 

Amnit devora aqueles que foram julgados como pecadores, que não agiram de maneira correta em vida. O "inferno" para os Egipcios se resumia a Amnit, que destruia suas almas, deixando de existir definitivamente. 

Ele devorava os corações e com suas patas destruia os corpos. 
Ammit, uma criatura filha do Universo e da Essência, era o Ser divino mais temido de todo o Egito.

Existem papiros de autores desconhecidos que contêm orações para deixá-la longe na hora sono.


  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Orkontro: Liane, Susi, Nane, Regina & Sonia


  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Orkontro: Regina, Nane & Susi

Para provar que somos brasilerissimas, nada que em pleno Egito, em Escanderya (Alexandria), um café brasileiro, com cenário brasileiro, ate os atendentes vestidos de 'canarinhos' e eu (Regina) e a lindinha da Nane para abrilhantar o local. Hehehehehe.

E tem outra, o café foi o fofo que nos ofereceu. Perguntem para a Nane, do fofo. Gosto muito dos dois.


Regina e Nane

Regina, Nane e Susi

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Comissão aprova acordo entre o Mercosul e o Egito


A Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE) aprovou parecer favorável ao Projeto de Decreto Legislativo (PDS) 953/09, que trata do Acordo-Quadro entre o Mercosul e o Egito, firmado em 2004, na Argentina. O acordo tem por objetivo promover a expansão do comércio entre as duas partes e estabelecer as condições para a negociação de uma Área de Livre Comércio.

Segundo o senador Romeu Tuma (PTB-SP) observou em seu relatório, favorável à matéria, , a "eventual consolidação de uma zona de livre comércio entre o Mercosul e o Egito poderá colaborar para a dinamização das relações entre a América do Sul e o Oriente Médio, o que interessa com ênfase para o Brasil, sempre desejoso de ampliar e aprofundar suas relações com os países árabes".

A comissão aprovou ainda pareceres favoráveis a três outros projetos de decreto legislativo. O PDS 869/09, que teve como relator o senador Flexa Ribeiro (PSDB-PA), aprova o texto do Acordo-Quadro de Cooperação no Campo Educacional entre o Brasil e Israel. Entre as áreas prioritárias de cooperação estão as de desenvolvimento de estudos brasileiros em Israel e de estudos sobre Israel no Brasil, incluindo o ensino dos idiomas português e hebraico, e a pesquisa de agricultura em regiões semiáridas.

Os projetos 872/09 e 928/09, cujo relator ad hoc foi o senador Eduardo Suplicy (PT-SP), aprovam acordos do Brasil com a Jordânia de cooperação nas áreas de educação e cultura. Todos os projetos aprovados serão ainda submetidos ao Plenário.

Marcos Magalhães / Agência Senado

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

A Astrologia e A Medicina


No Egito Antigo, a astrologia era parte integrante da medicina e o primeiro médico egípcio conhecido foi Imhotep (2980 a 2900 A.C.), tido como o sacerdote que desenhou uma das primeiras pirâmides. Grande curandeiro, foi deificado, e utilizava ervas medicinais nos seus preparados mágicos. 

Os Papiros de Ebers do Egito foram um dos herbários mais antigos que se têm conhecimento, datando de 1550 A.C., e ainda está em exibição no Museu de Leipzig (são 125 plantas e 811 receitas). 

Os Egípcios nos seus primórdios de civilização acreditavam que habitavam corpos de animais e dentro de uma análise feita pelos Hierofantes, dividiam a humanidade em 4 temperamentos, os quais consideravam que tinham a sua origem num grupo animal específico.

A astrologia, que era usada para estudar aspectos médicos das doenças, investigava se a pessoa era do tipo sanguíneo (ar), fleumático (água), colérico (fogo) ou bilioso (terra, também chamado nervoso). A cada um desses biótipos corresponde, de acordo com a medicina antroposófica, o seguinte órgão:

• Colérico: coração
• Fleumático: fígado
• Sanguíneo: rins
• Bilioso: pulmões

Cada um desses tipos teria então um órgão indicativo de seu estado de relativa saúde ou doença, e durante determinada estação do ano estaria mais propenso a desequilíbrios.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Diario de Bordo de Adelaide – Parte 1


Chegando no Cairo e lah de cima no aviao jah avistei as Piramides e a emocao foi imediata. Fiquei imaginando que no outro dia jah poderia ve-las de perto. No aeroporto as coisas de sempre pra quem viaja: imigracao, malas e translado. Ja no onibus do translado pude perceber que no Cairo (como em todos os lugares) existe lugares bonitos e limpos e lugares mal cuidados.

Fiquei hospedada no Pyramisa Hotel. Hotel muito bom, servico otimo, cafe-da-manha bem variado (tipo continental). Porem a TV nao eh das mais modernas, mas nao vim aqui pra assistir TV.

Nesta primeira noite fui jantar num lugar maravilhoso, infelizmente nao me recordo do nome. Mas fica num jardim enorme(parece um parque). O restaurante fica no alto e dah pra ver parte da cidade. Comida egipcia, tudo que experimentei estava delicioso. Os doces sao ma-ra-vi-lho-sos.

Fui com parte do grupo. No final do jantar os garcons se reuniram e pediram para tirar uma foto comigo (todos juntos). Eu tirei, nao vi problema nisto. Porem depois um senhor que estava no meu grupo disse que eu nao devia ter aceitado o convite porque eles podem usar a foto pra outra coisa e bla bla bla.
Fomos as Piramides. Visao deslumbrante e inesquecivel. Foi ai que comecei a ser incomodada pelos vendedores. Mas eu encarei numa boa, pois eh o trabalho deles. Nao comprei nada lah. Dizia que nao e ia andando demonstrando que nao me interessava o que eles estavam vendendo. Alguns vinham atras insistindo mas ficavam falando sozinhos e eu ia ver o que eu queria e tirar as fotos que queria. Eu tinha muito medo dos camelos pois me falavam que era muito dificil qdo eles levantam com a gente montada neles.

Nao achei tao dificil e gostei. Qdo chegar ao Brasil vou tentar postar umas fotos. O calor estava insuportavel, 45 graus, E eu fui ficando muito vermelha apesar de usar o filtro, chapeu etc.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Diario de bordo de Adelaide – Parte 2


Achei super interessante no Cairo como as pessoas ficam a noite passeando pela cidade, nos parques. Muitos com os filhos, a esposa e os amigos. Achei tudo muito seguro e tranquilo. O transito realmente eh louco demais para os nossos padroes, mas eles se entendem. hahahahahahahah
Conheci a esfinge e Templo dos Vales (desculpem-me se eu errar algum nome).

Fui a um jantar num barco no Nilo. Tinha um show de derviches (maravilhoso), apresentacao de danca do ventre e outras mais tipicas. A comida estava muito boa e a sobremesa deslumbrante. Eh claro que os temperos sao diferentes do nosso. Mas isso eh o esperado em viagens para fora do Brasil.
Visita a Sakara e Menphis. Eu fui sempre super bem tratada nestes lugares.

Conheci uma fabrica de tapetes aonde as criancas aprendem e trabalham claro. Isso eh triste, porem se formos compararmos ao Brasil, isso tambem existe em muitos lugares. Tirei fotos com 2 menininhos que estavam fazendo tapetes. Eles nao pediram, mas depois eu dei escondido uma graninha a eles. Sei que nao resolve nada, mas senti vontade…
Almocei no Restaurante La Casseta – uma carne maravilhosa… A noite peguei o Trem para Luxor – nao gostei do trem. Banheiro sujo, comida ruim, e quase nao dormi.

Luxor eh linda!
Nao vou falar aqui dos lugares historicosque visitei, porque deve ser os mesmos que todos os turistas vao. Porque com relacao a isso td foi magnifico.

O cruzeiro tb foi bom. E ia parando nas cidades para fazermos as visitas etc. 
Em Assuam eh que foi chato, aqueles carroceiros sao realmente insuportaveis. Batem muito nos cavalos. Sao muito sujos…

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Diario de Bordo de Adelaide – Parte 3

O por do sol no Nilo eh maravilhoso e inesquecivel!
As festas do navio, a noite nas cidades onde paramos foi tudo otimo pra mim.
O povo na rua eh simples, e cortez. Tentam agradar de todas as formas…
Parasse que eles nao sao educados com relacao ao cuidado com limpeza corporal e com os dentes. Mas isso em alguns lugares, como no Brasil tb tem.
Fumam muito e como aqui eh muito quente, faz piorar o aspecto.
Já estou em casa. Não sei se é porque estou muito cansada da viagem, mas não consigo me lembra das visitas cronologicamente…
Ainda está em minha cabeça aquele som da chamada pro povo ir rezar…
Cheguei aqui e tá frio e não consigo me agasalhar…
Devo demorar uns 6 dias pra me adaptar ao fuso do Brasil novamente.

Alexandria

É muito linda.
O povo na praia se divertindo naquele calor de 43 graus.
Os homens com umas sungas ridículas. Parecem que são de helancas, horríveis.
E as mulheres com aquela roupa comprida tradicional.
Realmente como já haviam falado aqui na comu. , tem uns predios antigos na beira-mar que contrastam com os novos.
Magnifica a biblioteca, fiquei pouco tempo, gostaria de ter ficado mais.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Diario de Bordo de Adelaide – Parte 4


Fui a um cinema no Shopping City Star.
O lanterninha veio e me disse aonde eu deveria sentar.
Os homens estavam separados das mulheres.
E no meio do filme teve intervalo. Quem quisesse podia ir comprar pipocas e doces ou ir ao banheiro.

bandeira

Teve uma das vezes que estava comum grupinho de colegas e queríamos atravessar uma rua de trânsito intenso no Cairo e não conseguíamos. Então abrimos a bandeira do Brasil e os carros foram parando e conseguimos atravessar numa boa. Foi muito legal….

Salão


Fui ao A & A Beauty Salon – Ahmed & Abdou – fiz as unhas (pé e mão) – Não ficou exatamente do jeito que eu estou acostumada, mas ficou bom.
Paguei 100 E.P.
O Salão estava lotado, e os cabeleireiros estavam fazendo as escovas normalmente, igual aqui no Brasil e as chapinhas também eram iguais a daqui.
Tinha mulheres que faziam escova e chapinha e outras faziam uns penteados elaborados. Depois de tudo colocavam o lenço na cabeça antes de sair.

Meu Deus o que é aquilo.
Acabei aprendendo a barganhar…hahahahahahaha…………..
Muitos gatinhos magrelinhos correndo pelas ruas do Khan.
Os vendedores convidando a entrar e comprar. Eles diziam Bom. bonito e barato
E falavam: jamila, guapa, e em todas as linguas que sabiam…
Comprei muitas lembrancinhas e tomei muito suco de manga…
Me diverti demais. FUI 4 vezes,

cigarro


Gente, como esse povo fuma!!! É demais…
Mas, por favor, quem entende do babado me fala: Na religião deles não é haram ter vícios? Não é haram desejar a mulher do próximo? E não venham me dizer que são alguns maus muçulmanos que fumam, porque eu vi a maioria fumando.
Os motoristas de taxi então…
Sempre que eu estava num taxi o motorista ia fumar eu pedia para que não fumasse. Geralmente faziam cara feia, deviam xingar em árabe (pela expressão do rosto), mas não fumavam não.

Balada


Fui a uma balada no Cairo com umas amigas e amigos. Foi muito bom. Estava lotada. Consumação mínima 75,00 E.P.
Não foi caro, visto que no Hard Rock era 300,00.
Lá dentro serviam bebidas a vontade.
Tinha Karaoke, DJ, e dançamos até as 4 horas…

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Saltos? Nem pensar! - by Cris


Quem viaja para ca, pelo fato da viagem ser tao longa, ainda mais se a escala for de muitas horas, lembrem-se de que nossos pes incham quando viajamos muito tempo sentadas, tanto de onibus e muito mais de aviao...

Portanto, nada de sapatos lindos de saltos, justos...correm o risco de tirarem os sapatos durante a viagem e ele nao entrar na hora de recolocar...

Alem do que os pes estarao cansados para andarem de salto....prefiram sapatos bem confortaveis, tenis, sei la...de preferencia usem meias escuras, pois se ficarem andando so de meias dentro do aviao, (eu por ex fico sem meus tenis a viagem toda) a meia nao ficara com cara de suja...rs

Ha tambem o fato de viagens longas de aviao poderem ocasionar tromboses e ate risco de embolia pulmonar...

Eu pessoalmente nao curto viajar de sandalia ou chinelos, pois fico com muito frio nos pes por causa do ar condicionado...

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Curiosidade: Nova toalha de mesa [By Cris]

Lembram da historia do jornal como toalha de mesa?

Agora ja tem aqui, uns rolos de papel enormes, especialmente para servir de toalha de mesa descartavel...

Voce desenrola, ele e ate bonitinho, meio desenhado, cobre a mesa, e depois de terminar a refeicao, joga fora, como era feito com o jornal...

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Costume: Nome e Sobrenome (by Cris)

O lance dos filhos nao terem o nome da mae, so o nome e sobrenome do pai, eh porque, segundo a religiao, apos a pessoa morrer, la no paraiso, elas adotarao o nome e sobrenome das maes...

A esposa nao carrega o sobrenome do marido no documento, mas no dia a dia, apresentam-se como sra...ou madame...e o falam o sobrenome do marido, entendem?

Meu marido quando vai comigo a medico, ou a qualquer lugar que temos que dizer meu nome, ele diz....madame Negm (sobrenome dele).

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Procurações

Procurações por instrumento público podem ser lavrada no Setor Consular por brasileiros ou por estrangeiros com residência permanente no Brasil. O outorgante deve comparecer ao Setor Consular para preencher formulário e apresentar os seguintes documentos:

* Prova de nacionalidade brasileira ou de residência permanente no Brasil (cédula de identidade, passaporte, ou Registro Nacional de Estrangeiro (RNE) válido);
* Prova de inscrição no Cadastro de Pessoa Física (CPF);

São também necessárias as seguintes informações sobre o outorgado:

* Número, data e local de expedição da cédula de identidade;
* Número do CPF;
* Nome completo, endereço, estado civil e profissão.

Os termos, poderes e finalidade da procuração devem ser fornecidos pelo outorgante. O Setor Consular poderá proporcionar alguns modelos, a título exemplificativo.
Emolumentos consulares: Os emolumentos para procurações variam de acordo com sua finalidade. Para informações adicionais, contate o Setor Consular

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Registro e Certidão de Casamento - Parte II



Os filhos de pai brasileiro e/ou de mãe brasileira nascidos nos países da jurisdição da Embaixada do Brasil no Cairo, deverão ser registrados nesta Embaixada, antes de complementar 12 (doze) anos de idade, mediante a apresentação de:

A) Prova de nacionalidade brasileira, do(a) genitor(a) ou genitores, conforme o caso, por meio da cédula de identidade ou do passaporte válido. O(a) genitor(a) estrangeiro(a) não pode ser declarante;
B) Prova do estado de casados dos pais, por meio de certidão de casamento, se for o caso;
C) Certidão completa de nascimento da criança, expedida pela autoridade local.
D) Formulário de PEDIDO DE REGISTRO DE NASCIMENTO devidamente preenchido e assinado. O formulário é fornecido gratuitamente na recepção do Setor Consular.

* O Setor Consular só pode efetuar registros de nascimento de crianças que ainda não completaram 12 anos;

* O registro e a primeira via da certidão de nascimento são gratuitos;

* As certidões de nascimento emitidas pelas Embaixadas ou Consulados devem ser inscritas ou trasladadas em Cartório do 1o Ofício do Registro Civil do local de residência do interessado, no Brasil, ou no Cartório do 1o Ofício do Registro Civil do Distrito Federal. A inscrição do registro poderá ser efetuada em qualquer tempo. Convém observar que o exercício dos direitos civis do interessado, no Brasil, depende desse registro. (para os nascidos a partir de 07/06/1994, ver item seguinte)

* Segundo a Constituição são brasileiros natos os nascidos no estrangeiro, de pai brasileiro ou mãe brasileira, desde que venham a residir na República Federativa do Brasil e optem em qualquer tempo pela nacionalidade brasileira. Assim, aos nascidos a partir de 07/06/1994 a Constituição não mais contempla a nacionalidade brasileira automaticamente. Entretanto, continuam sendo registrados nas Embaixadas e Consulados brasileiros até completarem 12 anos de idade, registro este que constitui prova de filiação e requisito básico para o exercício do direito de opção pela nacionalidade brasileira. Portanto, enquanto menores de 21 anos de idade, ser-lhes-ão assegurados os direitos de cidadão brasileiro, inclusive o passaporte, muito embora o alistamento militar e o cadastramento eleitoral somente possam ser efetuados mediante a prova de opção pela nacionalidade brasileira.

Dessa forma, o interessado, desde que esteja residindo no Brasil, de posse de sua certidão de nascimento estrangeira, devidamente consularizada, ou da certidão de registro em Repartição Consular, deverá requerer ao Juiz do Registro Civil do local de sua residência a transcrição da certidão estrangeira (se maior de 12 anos) ou a inscrição da certidão consular no Registro Civil brasileiro.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Registro e Certidão de Óbito



Para se registrar o falecimento de nacional brasileiro, é necessário que membro da família ou seu represente legal compareça ao Setor Consular para preencher formulário e apresentar a certidão de óbito original, expedida pela autoridade local. O registro e a primeira via da certidão de óbito são gratuitos. O formulário é fornecido gratuitamente na recepção do Setor Consular.

Observação: As certidões de óbito emitidas pelas Embaixadas e Consulados brasileiros devem ser inscritas ou trasladadas em Catório do 1o Ofício do Registro Civil do local de residência da família do falecido, no Brasil, ou no Catório do 1o Ofício do Registro Civil do Distrito Federal.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Votando no Egito (Eleições Presidenciais)



Os cidadãos brasileiros, maiores de 16 anos de idade, poderão exercer seu direito de voto ao ensejo das eleições presidenciais que se realizam de quatro em quatro anos (2006, 2010 e assim por diante). O direito de voto depende de que o eleito seja recadastrado ou inscrito para esse fim na Embaixada ou consulado da jurisdição de sua residência.

* Os cidadãos brasileiros, residentes nos territórios da jurisdição da Embaixada do Brasil no Cairo, poderão votar nas eleições presidenciais, desde que se (re)cadastrem como eleitores no Serviço Consular da Embaixada do Brasil no Cairo.

* O (re)cadastramento ocorre somente no ano das eleições, as quais se realizam “no primeiro domingo de outubro do ano respectivo”, nos termos do Art. 1o da Lei n. 9.504, de 30/09/1997. O prazo de (re)cadastramento termina 150 dias antes da data prevista para a realização da votação, de acordo com o disposto no artiga 91 da citada lei, enquanto o início é determinado pelo Tribunal Superior Eleitoral por meio de uma resolução específica, para cada ano de eleições presidenciais.

* Uma vez que o (re)cadastramento depende das instruções emanadas da Justiça Eleitoral, aconselha-se os interessados a manterem contato com o Serviço Consular da Embaixada no mês de março de cada ano de eleições presidenciais, com vistas a obtenção das informações pertinentes.

* Já é possível saber, via internet, a situação do título eleitoral de cidadão brasileiro. Para tal, seguir os seguintes procedimentos:

- Acessar o Tribunal Superior Eleitoral
- Procurar o ícone consulta ao título
- Digitar o nuúmero do título
- Adotar o procedimento adequado à situação e aos interesses do eleitor

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Visitas Recentes

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...